Política

Bruno Covas manda soldar portas de comércios em SP

 Publicado dia .08/05/2020

Em São Paulo, lojas estão sendo não apenas interditadas, mas lacradas com solda e concreto para impedir que os proprietários trabalhem.

Além disso, o comerciante que for pego de portas abertas é multado em quase R$ 10 mil.
As imagens que mostram o momento em que as portas das lojas são soldadas circulam nas redes sociais e geraram revolta.
Elas pertencem à subprefeitura Sé, que vistoriou estabelecimentos da Rua Barão de Duprat e outras vias da região da Rua 25 de Março no último dia 6 de maio.
Foram feitas interdições (com malotões e solda) em seis comércios da Rua Barão de Duprat. Na região central foram interditados 120 comércios que estava “desrespeitando” o decreto municipal nº 59.363 sobre o coronavírus.
Cada estabelecimento foi multado em R$ 9.231,65. Os ambulantes também sofrem com as punições: Já foram feitas mais de 8 mil apreensões de mercadorias vendidas desde a publicação do decreto.
O site E-Farsas confirmou a veracidade da informação. A conclusão do site foi:

"As fotos são verdadeiras e retrataram uma operação realizada ontem (6) pela Subprefeitura da Sé – uma das 32 subprefeituras do município de São Paulo! As fotos foram publicadas no site oficial da Prefeitura Municipal de São Paulo.
Durante a operação, 102 agentes de fiscalização da Subprefeitura Sé em conjunto com a Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar, interditaram seis comércios da Rua Barão de Duprat, com malotões e solda."

Confira:



Compartilhe:


Qual sua Reação:

-- Publicidade --


infolango recargas

-- Fim da Publicidade --

Topo

  PREVISÃO DO TEMPO


  PREVISÃO COMPLETA  
    Parler   Facebook   Pinterest   Twitter   Youtube   WhatsApp
   Logo-MW
  VISUALIZAÇÕES
134498