últimas
NOTÍCIAS
Bolsonaro disse para Lula: O seu governo foi o mais corrupto da História
Aliados festejam desempenho de Bolsonaro no JN
Alexandre de Moraes marca encontro com ministro da Defesa
Petrobras anuncia terceira redução da gasolina em um mês
Rosa Weber envia à PGR pedido contra Alexandre de Moraes por prevaricação e ativismo judicial
Justiça

Juíza determina que o Google encerre o canal Terça Livre no YouTube

 Publicado dia .16/07/2021

Ana Carolina de Almeida, juíza da 8ª Vara Cível da Comarca de São Paulo, determinou a remoção pelo Google do YouTube do canal conservador Terça Livre. A marca pertence ao jornalista Allan dos Santos, cuja defesa vai recorrer. Segundo a magistrada, o motivo da exclusão se deu porque a página veiculou um discurso do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump. O título do vídeo era “Trump rompe silencio após ser censurado”. A juíza sustentou que o conteúdo incita a violência em vez de informar.

“A ação da ré em encerrar o canal do requerente não é ato ilícito, tampouco, atentado contra o direito à liberdade de expressão do autor”, sustentou Ana Carolina. O Terça Livre já havia sido derrubado em fevereiro deste ano por supostamente violar as diretrizes do YouTube, porém, uma liminar da Justiça o restabeleceu. “Trata-se, na realidade, de exercício de pleno direito. Como já supra exposto, pode a ré impor balizas ao comportamento dos usuários de suas plataformas”, acrescentou a juíza, na quinta-feira 15.

No início da noite de ontem, Allan dos Santos publicou nas redes sociais um vídeo em que pediu apoio aos fãs e informou: “Uma juíza de São Paulo derrubou a liminar do tribunal de São Paulo. Isso mesmo que você ouviu. Uma juíza derrubou a decisão de um tribunal e o Terça Livre pode ser derrubado do YouTube a qualquer momento.”


Compartilhe:


Qual sua Reação:

-- Publicidade --


infolango recargas

-- Fim da Publicidade --

Topo

  PREVISÃO DO TEMPO


  PREVISÃO COMPLETA  
    Parler   Facebook   Pinterest   Twitter   Youtube   WhatsApp
   Logo-MW
  VISUALIZAÇÕES
128933